Cerca de 4 mil brasileiros e estrangeiros de vários países consolidaram em 2011 o turismo de observação (embarcada) de baleias na região da Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca (do sul de Florianópolis a Laguna). Garopaba concentrou pelo menos 90% das saídas de barcos das três operadoras que atuaram nesta temporada devido à presença constante, de julho a novembro, dos cetáceos nas praias da Gamboa e Siriú, próximas à cidade. Isso sem contar os milhares de observadores por terra. Foi um ano excepcional, com o maior número de francas já registrado em novembro (28) e um total, na temporada, que deve ter passado de 200, fruto da notável recuperação da espécie dada como extinta na região nos anos 70. As francas se alimentam próximas ao Polo Sul e boa parte delas recorre à costa catarinense para ter seus filhotes e namorar.

Sem comentários por enquanto.

Deixe um comentário